Mudamos o mundo todos os dias. A qualquer hora. Sem censura. Amarga ou doce. Com ou sem o primeiro gomo de tangerina.

Monday, April 18, 2005

Radio 4 na Casa com degraus assassinos

2500 bilhetes e apenas 700 lugares? É na Casa da Música. E uma única escada rolante para nos levar à sala 2? É na Casa da Música? E uma escada de serviço vazia - ao contrário da fila interminável na escada rolante - que fica ao pé do bar no piso 0 - que é preciso descobrir tipo como num assalto? É na casa da Música. E Radio 4 vale a pena. cuidado com as escadas: escorredarias e demasiado íngrimes. Estar lá dentro é como permanecer debaixo de um viaduto ou visitar a mogre, tal o alumínio nos fere a alma.

De resto, foi uma sexta-feira fantástica.

4 Comments:

Blogger T? said...

Gente gira, mt gente gira.
Segundo reza a lenda, pelo menos

1:42 PM

 
Blogger Judite said...

tens razão. também ouvi a lenda e estava apinhado de gente gira...

2:08 PM

 
Anonymous Vizinha do 2º Esq said...

E um call-center que não atende nas horas de expediente? É na Casa da Música. E uma proibição de fumar e de beber não respeitada? É na Casa da Música. E esgotar o stock de comida no início da noite? É na Casa da Música. E vipalhada com carros estacionados em cima de mármore? É na Casa da Música

De resto, concordo, foi uma sexta-feira fantástica.

11:08 PM

 
Blogger Judite said...

Melhor, melhor (e vou tentar repetir o que escrevi ontem, mas não ficou) é a história que o PortugalDiário está prestes a publicar... E não é que a Casa da Música devia ter sido embargada? hem? Obrigada à vizinha por ter passado por aqui. Sim, porque agora já confirmei quem és tu, matraquilho!!! Beijos. E faz boa viagem, com juizinho...

6:02 PM

 

Post a Comment

<< Home